segunda-feira, 2 de junho de 2008

O amor

Pediste-me para escrever sobre o amor,aqui vai uma série de linhas num misto de anormalidades e lamechices,que combinação tão perfeita...
Aqui está o que está na wikipedia sobre isto :
"palavra amor (do latim amor) presta-se a múltiplos significados na língua portuguesa. Pode significar afeição, compaixão, misericórdia, ou ainda, inclinação, atração, apetite, paixão, querer bem, satisfação, conquista, desejo, libido, etc. O conceito mais popular de amor envolve, de modo geral, a formação de um vínculo emocional com alguém, ou com algum objeto que seja capaz de receber este comportamento amoroso e alimentar as estimulações sensoriais e psicológicas necessárias para a sua manutenção e motivação."
E aqui está o meu texto anormal repleto de mariquices e aquelas coisas que tanto fazem bem como fazem mal,espero que nao comecem a chorar...!
O amor é uma coisa que eu nem devia estar a escrever sobre ele.
O amor para mim é a razao de tanto podermos estar no auge como também pode ser a razão de estarmos quase em depressão.
O amor para mim merecia ser bem mais do que apenas quatro míseras letras porque o amor é a razão de nos atirarmos de cabeça,de cometermos as tais loucuras,a razão de quando ouvimos falar nessas quatro palavras esboçar um sorriso timido e de os olhos ganharem um brilho especial e de ficar a ver as coisas com outros olhos.
O amor...o amor é a razão de suspirarmos,de sentir aquele frio na barriga e a razão de correr lágrimas pelo rosto e de sentir vazio no estômago.
De tentarmos aplicar as técnicas de sedução aprendidas no cinema e de fazermos o tal telefonema.
Quando cada traço do rosto da tal pessoa nos parece perfeito mesmo que tenha 1000 e uma borbulhas...
Em que cada beijo é sentido como se fosse o primeiro...
O amor talvez merecesse uma linguagem mais arrojada e mais profunda e uma caligrafia mais bonita do que a minha mas talvez já não o faria com tanto "amor"...
O amor é aquela coisa que tantos poetas e cantores escrevem,uns anónimos outros conhecidos mas todos com a mesma intenção de tentar explicar o que é este sentimento comum a todos nós.

E aqui estão uns textos que acho bastante bonitos ao contrário do meu e que estes realmente vale a pena ler!

"So pra dizer que te Amo, Nem sempre encontro o melhor termo, Nem sempre escolho o melhor modo. Devia ser como no cinema, A lingua inglesa fica sempre bem, E nunca atraicoa ninguem. O teu mundo esta tao perto do meu, E o que digo esta tao longe, Como o mar esta do ceu So pra dizer que te Amo Nao porque este embaraco, Que mais parece que so te estimo. E ate no momento em que digo que nao quero, E o que sinto por ti sao coisas confusas E ate parece que estou a mentir, As palavras custam a sair, Nao digo o que estou a sentir, Digo o contrario do que estou a sentir. O teu mundo esta tao perto do meu, E o que digo esta tao longe, Como o mar esta do ceu. E e tao dificil dizer amor, e bem melhor dize-lo a cantar, Por isso esta noite fiz esta cancao, Para resolver o meu problema de expressao, Pra ficar mais perto, bem mais de perto, Ficar mais perto, bem mais de perto. "

"Paixões de adolescência, começam do nada e acabam em nada, porque não valem nada, a não ser enquanto duram; às vezes com a vida mais curta do que a de uma mosca. Paixões impossiveis, que nos tiram o sono e o apetite, nos poem a contar as estrelas e a escrever poemas pirosos, nos fazem rezar mesmo quando ja deixamos de ir à missa desde os doze, nos adoçam o coração e o olhar, e enchem a almofada de água salgada quando as coisas correm mal, ou pior ainda, não correm. Margarida Rebelo Pinto"

"Quero dizer-te uma coisa simples: a tua ausencia doi-me. Refiro-me a essa dor que nao magoa, que se limita a' alma; mas que nao deixa, por isso, de deixar alguns sinais - um peso nos olhos, no lugar da tua imagem, e um vazio nas maos, como se as tuas maos lhes tivessem roubado o tacto. Sao estas as formas do amor. Podia dizer-te, e acrescentar que as coisas simples tambem podem ser complicadas, quando nos damos conta da diferenca entre o sonho e a realidade. Porem e' o sonho que me traz a tua memoria; e a realidade aproxima-se de ti, agora que os dias correm mais depressa, e as palavras ficam presas numa refraccao de instantes, quando a tua voz me chama de dentro de mim - e me faz responder-te uma coisa simples como dizer que a tua ausencia me doi."

Dou por terminada a minha sessão de lamechice!

Milhões de beijos anormais...

8 comentários:

Anónimo disse...

"A boca da verdade
Refletirá com sabedoria
E sua língua
Expressará o julgamento"
Retiro estas palavras dum livro pouko konhecido xamad: biblia *vomita compulsivamente* e dou-as a ti pk as mereces ao expores os teus pensamentos bonitos :D

Nrokina

Anónimo disse...

Melhor do que beijos anormais, são aqueles que são aonrmais...

Tirando isso adorei o teu desfecho do que é o amor, sim porque para o escreveres com tanto sentimento é porque estás a passar por um assim ou já passaste.

Acho que muita gente vê o amor como algo de sofrimento, porque talvez o reparem mais quando acabaram por perder, mas se estiverem atentos verão que este pode fazer as pessoas bem felizes se for bem "temperado"... loool

Parabéns Kataraina. =P


Mónica Pegueiga lol

Anónimo disse...

a anormalidade um comentário anormal deste tipo serve simplesmente para: ratnemua o uet oremun ed soirátnemoc e arap et rezid euq oicerpa a aut edadilamrona. xD
Se fores suficientemente anormal ententes o que digo =)

bjoo xuxu*

JocelineM*

Andé disse...

O post tá bonito, mas odeio sentir isso. Quero ser um Icebergue *.*

Anónimo disse...

MÓNICA @ disse:
mas n sei comentar aquilo

kataryna É o bicho!É o bicho!Vou-txi devorar! Crocodilo eu souu! diz (22:40):
sabes sim
kataryna É o bicho!É o bicho!Vou-txi devorar! Crocodilo eu souu! diz (22:40):
escrevi um texto d proposito pa ti e td!


poi´s é a ideia de ela a nossa xuxu preferida escrever este lindo texto.. foi minha! :D

bigada xuxu, ta muito giro adoro a parte das birbulhas e do beijar smp como se fosse a 1ª x!

ate' tens um geitinho:p

investe nisto! :D

beijinhoooo xuxuuuuuuu *



Mónicaaa

Angel_light disse...

ta bonito o texto =)
eu n sei mt o k dizer pk exe axunto koise..lol
ja li k o amor nao é feito apenas d momentos..mas tb d ausencias..pois é nelas k se kriam os noxos momentx + intimos n amor..os momentos d fantasia, d desejo e d saudd por exemplo..o amor é feito d karicias, beijos, d momentos romantikos, paxeios d maos dadas..mx tb é feito ko a noxa imaginaçao.. "metade d uma relaçao amorosa é criada dentro d nossa imaginaçao"
esta definiçao d amor foi a ke mais m markou e tirei-a d livro "Fortune's Rocks" lol, mt giro mx enfim..komo dixe n inicio, este axunt koise...


bjO**

catarina disse...

ves como ate sabes escrever coisas bonitas, minha anormal?

quando deixamos que seja o coracao a guiar os dedos, saiem sempre coisas bonitas, independentemente de termos pratica ou nao.
e escreveste coisas muito simples mas que se tornam especiais e completamente verdadeiras.
o amor e' isso tudo que disseste, nao precisas de alma de poeta para embelezar tudo. basta dizeres o que sentes, abrir a tua alma e pronto. es poeta, minha anormal!

=) parabens!*

Nunooo loOoOol disse...

linndoo linndoo
goxtei mxm

do teu bloc eu o S NUNO
a kele mosso todo bom
giro xD

binka so smp akele k ta
aki a fazzer comentarios
para brinkar

LOOOOL

vez eu sabia k ias ter um bloc muito giro goxtei bue

BJS GANDES NUNO