sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Mar


Oh mar,como eu gosto de ti.
Como eu gosto da sensação de liberdade que me transmites.
De me poder esconder entre cada onda.De poder gritar sem que ninguem me oiça.
Gosto também de ser revirada por ti,de ser apanhada de surpresa por uma onda maior e ser enrolada pela onda.
Gosto da sensação de perigo(não,não sou propriamente uma masoquista) mas gosto de sentir a tal adrenalina.
Posto isto,não estou a dizer k nadar seja propriamente como saltar de paraquedas de um avião ou nada disso...(Agora que penso bem nisso,até pode ser tudo depende da nossa imaginação).
E agora fiquei a pensar bue nisso "tudo depende da nossa imaginação",até é uma frase bastante filosófica,embora pareça uma frase feita como "tudo depende da tua força de vontade...",saiu-me na hora!Acreditem em mim!
Mas até é verdade a força de vontade por vezes(?) é tudo porque senao tivermos força de vontade(coisa q ninguem pode ter por nos) nada aos nossos olhos parece ter sentido,nada merece a nossa atenção,nem mesmo nós proprios.
É tudo uma questão de auto-estima e sobretudo (mais uma vez...adivinhem lá!!)...força de vontade(aposto que não chegaram lá!!)
Neste momento gostava de saber porque acabei de escrever(até rimou sem querer,ah e quem rima sem querer é amado sem saber)um texto até um pouco a ver com psicologia quando apenas queria escrever um texto acerca das sensações que o mar me provoca.
Mas,eu sou assim mesmo e quem me conhece acho q sabe disso(como se viesse aqui alguém que não me conheça,deves ser bue da famosa tu oh croma!) perco-me nos meus pensamentos/sentimentos e até em mim....
E também não sei porque me "meti" a escrever quando tenho teste de contabilidade sábado.
Bolas pah! xD
Beijinhos

1 comentário:

Nuno disse...

Wow. Entusiasmate-te e fugiste do tema :O LOL Minha ganda maluca moh! Faz mais destes ;)