sexta-feira, 11 de julho de 2008

What else ?(com falta de imaginação para um título mas já que nos dão a possiblidade de isto ter um título porque não aproveitá-la ?)

"Senti que te conhecia sem sequer termos falado,sem ver o teu passado,decifro cada tua reacção.Sei que és o teu maior critico porque conheces as tuas fraquezas,cego não percebes que são elas os teus encantos!!! Sei porque sofres,porque tantas vezes finges, porque foges,porque choras só. Sei porque escrevo de ti como nas páginas do meu diário. Sei que me consomes e eu a ti. Um dia olhei para ti em plateu e, nas costas das folhas de um plano, desabei em palavras que me inspiraste. Estavas triste nesse dia, e foi ai que eu reparei em ti. A tua sensibilidade, que te dá toda a magia, é a mesma que te tortura...não o permitas. "

Achei este texto fantástico....daqueles que dá vontade de entrar lá dentro e saborear cada palavra escrita,parece que as palavras estão entrelaçadas de um tal modo em completa harmonia...

:)

2 comentários:

Andé disse...

Que texto mais bonito, concordo com o que dizes sobre ele :3

beijinhes*

Anónimo disse...

Oh amor, que bonitinho ( x
Oooh d : Amo-te minha estúpida ^^
Unts unts, a Catarina rulla, unts unts : D
Beijo amor.

Frederica